segunda-feira, 23 de maio de 2011

Em meus sorrisos, você.


Meus olhos te fitam, nos olhamos, o tempo para, voa, se esvai entre nossos dedos, entrelaçados, juntos, corações acelerados, abraços apertados, corpos quentes, sorrisos nos rostos, pensamentos soltos, desejo de não sair, de não ir embora. Tivemos dias de chuva, dias de sol... E eu só me lembro de ter sorrido, sorrido muito e de ter te abraçado. Lembro de quase quedas também, quase despedidas, quase brigas, quase momentos sem saudades. Você inspira poesia, lindos versos escondidos nos cantos da minha boca. Você inspira vontades; de tentar, de querer, de sentir. Acho que tou voltando a sentir por sua causa, sabia? Uma coisa boa, feliz, quente. Nessa verdadeira embriaguez de sorrisos e overdose de abraços teus.  

1 comentários:

Ph. disse...

mermão, como eu queria ouvir exatamente tudo isso (:
--
"Você inspira poesia" sentimento bom né?