terça-feira, 20 de julho de 2010

Canto de sereia.



Queria que pudesse escutar cada batida do meu coração, cada suspiro e cada desejo meu silenciado. Queria que soubesse todas aquelas coisas que eu nunca tenho coragem de te dizer... Talvez por medo ou talvez por saber que isso é de total indiferença sua.  Queria que a todo tempo sobrasse um pouco do teu tempo para mim... E que tua voz cantasse suavemente a bela melodia que tenho feito todos esses dias em que tua ausência foi minha maior companhia, em que todo passa-tempo era tudo que tive pra me perder de você. E agora tudo que eu mais queria era que meu sussurro fosse como canto de sereia e que te trouxesse pra mim, pro meu aconchego, pra minha vida. Pois o ar ta meio pesado, quase irrespirável, sem você aqui.

1 comentários:

Insanium Delirium disse...

passando p/ conhecer o blog, achei legal!!vou te seguir!!
se quiser, acesse o meu http://artegrotesca.blogspot.com