sábado, 1 de maio de 2010

Amor à moda antiga.

 O amor de antigamente é tão bonito... Não se precisava de muito para amar, não era necessário outdoors ou grandes feitos para provar que realmente se amava, amar era simplesmente amar. Era um amor mais inocente, com mais respeito; um amor de olhares, de pegar na mão. Não se via grandes dramas ou dr's constantes; o amor não era tão mal inventado como o de hoje. Promessas eram cumpridas, pois a palavra era lei. O impossível quase não existia, com o tempo, espera e confiança tudo era possível. Quantos casais de antigamente sobreviveram a grandes problemas? A guerras, distância, falta de comunicação, solidão... A saudade chegava a aumentar o sentimento e as cartas o alimentavam. Não é como hoje que uma hora sem noticias já é motivo de briga, de desgastes. Hoje a palavra perdeu grande parte do seu valor... Promessas são quebradas, esperanças, confiança e expectativas também. O pra sempre, sempre acaba, mas nem sempre foi assim. Por isso que quando olho pros meus avos e escuto velhas histórias dos seus tempos de mocidade é que vejo que não se ama mais como antigamente. Aquilo sim que era amor...

11 comentários:

Daniel Lima disse...

Falar de amor é tão bonito, mas colocá-lo em prática...
T+

www.comdestaque.blogspot.com --- www.sarau2eteres.blogspot.com

Jeh Pagliai disse...

É mesmo, o amor de antigamente era tão diferente...
Tão estranho, um sentimento tão nobre e maravilhoso ter se desgastado tanto :(

ADOREI o texto, muito fofo!

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

Fellipe Dias disse...

Antigamente Existia Amor Verdadeiroo hoje existe paixões compradas sentimentos falsos, E o Amor ha o sentimento que é capaz de transformar tudo e todos foi eskeçido....

Alexandre Terra disse...

lindo texto, verdade absoluta, o amor de antigamente era melhor, mais puro

Marcela disse...

Não acho que o amor de antigamente seja diferente do de hoje, uma vez que o amor, o sentimento ele acaba transcedendo de pessoas à pessoas, eis a questão. As pessoas, os valores não são mais os mesmos. E como isto me parece doloroso, esta foto me trouxe uma lembrança de algo que nem vive, e como fiquei feliz de vê - lá. Meu blog tem este pensamento, o nome é memórias psicodélicas, quem disse que o amor está em extinção? Eu acredito e você tbm!

Quando puder e quiser, vá ao meu blog, de repente poderíamos trocar algumas figuras:

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

um abraço cara Yasmim

estrogenicas disse...

sei lá, acho q antigamente as pessoas eram mais ingênuas e havia menos malícia nas relações... realmente aquilo sim eh amor
(hj em dia é uma merda.)

Reporter mineiro scraxado disse...

Eu tenho uma namorada a 5 anos, mesmo morando longe um do outro cumprimos nossos votos de lealdade, e matamos sempre a saldade por meio de cartas, acredito que somos excessão nos dias atuais!Belo post, parabens pelo blog!

Fernando P. disse...

É verdade, o amor mudou; não o sentimento que é o mesmo de sempre, mas sim os vínculos que construímos sobre ele. Mas acho que há outro lado nessa moeda. Hoje se pode amar mais autenticamente também.

No processo de liberalização tivemos que acabar com algumas situações "carismáticas", mas não ter que assumir um relacionamento para cumprir a simples espontaneidade de um beijo desejado, não ter um amor impossibilitado por preconceitos sociais ou pressões familiares... Há sim uma beleza no amor como hoje o construímos! ...mas esse amor de hoje requer mais responsabilidade.

De qualquer forma, charmoso e simpático o texto.

Thatha disse...

Ai ai o amor de antigamente era mais simples porem mais intenso tbm...=D

Melancolica Suicida disse...

concordo pra min fiklar com o amor da minha vida o kevin eu tive ate que transar com mulher. ele eh um fdp como ele fas isso comigo? keria que ele fosse de antigamente sabe pq me fez sofrer muito homens nao prestam

Fábio Costa disse...

Oi Yasmin faz tempo q n entro no seu blog pra ver suas poesias. Como sempre digo vc tem um grande talento, parabéns =*