sábado, 31 de julho de 2010

Lamparinas.

Se quando, novamente, você olhar bem no fundo dos meus olhos, ao ponto de ver minha alma, não encontrar toda a minha paixão, todo aquele amor divino presentes em mim, não se espante. Não me perguntes o que terá acontecido para que tenha se apagado esse brilho que meus olhos tinham por você, e que como as estrelas mortas, terem virado buracos negros. Não me culpe se eles não mais refletirem o céu, nem as constelações, nem todo aquele nosso universo particular. Pois se isso acontecer não terá sido por minha culpa... Eu ascendo as lamparinas, mas é de sua responsabilidade mantê-las acesas.

5 comentários:

' Eduarda Lins disse...

Nossa :-O
Esse foi profundo viu *-*

muito lindo

Lú.úH disse...

oiie gostei muito do seu post 'lamparinas' ficou muito bonito .
Gostei do seu blog tbm me segue?
Estou te seguindo .
beijos

http://coisasdegarotas-luuh.blogspot.com/

Ielison disse...

Adorei esse.
Gostei muito ;D

rodolfo disse...

cadê a coragem pra atualizar monstrinha haha. <3

Clara D. disse...

gostei , muuuuuito , e ssa foto me afetou , muuuuuito , também .